Wellington do Curso se posiciona sobre a insegurança no Estado

“São Luís, uma Ilha provinciana cercada de olhares por todos os lados. De quem vem de fora, a beleza; de quem está dentro, a tristeza”. Com essa frase, o candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) emitiu seu posicionamento sobre a situação em que se encontra a Segurança Pública do Maranhão.

d0f4472d59e48ebb0ce4777097052df8

Enquanto homem público, cidadão, ex-sargento do Exército e especialista em inteligência militar, expresso o meu extremo pesar e preocupação, diante do clima de insegurança instalado na capital do Estado.

A cidade de São Luís está mergulhada na sua mais grave crise de segurança pública, em toda a sua história, diante dos inúmeros ataques causados por duas facções criminosas, que vem amedrontando a sociedade e as próprias instituições públicas, assim como, retirando um dos mais sagrados direitos da Constituição, que é o de ir e vir dos cidadãos, não encontrando sequer uma resposta rigorosa e eficaz do Governo do Estado.

O Governo do Estado, há anos demonstrou a sua absoluta incapacidade no trato do sistema carcerário, que em nada expressa o mando do Código de Processo Penal, a Lei de Execução Penal e a própria Constituição, que impõem, como prioridades, a aplicação da pena e a ressocialização do apenado, pois as cadeias maranhenses constituem-se como verdadeiras “universidades do crime”, sem deixar de ressaltar a falta de condições materiais e a baixa remuneração recebida pelos policiais maranhenses.

Temos alguns prontos defensores dos “direitos humanos”, que sempre amparados por muitos holofotes, colocam todos os policiais no “cesto da corrupção e da truculência”, como se fosse uma postura única a todos, o que caracteriza absoluto desrespeito à vida e ao sossego público.

Por último, ressalto que esta é a minha opinião como cidadão acoado pela violência que se abateu em São Luís, e não uma estratégia eleitoreira, diante do não retorno dos impostos que pagamos, pois “cidadãos” de facções criminosas nos retiram o sagrado direito da paz e da liberdade.

Como educador, sempre acreditei nos princípios da Educação, pois ela é que transforma o mundo. Um cidadão, assistido pela sociedade, através da Educação, tem oportunidades, o que consequentemente o afasta da criminalidade e facilita a sua inserção no convívio social.

Observa-se, portanto, que deve haver uma política de ressocialização, através da educação dentro dos presídios.

Exigimos Respeito! Exigimos a nossa liberdade, a defesa da vida, da propriedade e da incessante busca da felicidade, como assim defende a declaração universal dos Direitos Humanos.

ATENÇÃO: ÔNIBUS VÃO PARAR ÀS 18 H

imirante.globo.com

SÃO LUÍS – Os rodoviários de São Luís irão paralisar as atividades a partir das 18h desta terça-feira (23). A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Rodoviários (Strrema), Gilson Coimbra, na tarde de hoje.

10626559_1481486845443324_2747761078233775757_n

Segundo Gilson, a paralisação ocorrerá todos os dias, das 18h até o início da manhã, pois os rodoviários não se sentem seguros para trabalhar durante a noite.

“Enquanto a situação estiver assim, todos os dias, haverá paralisação nesse horário”, afirmou.

A decisão, segundo o presidente do Strrema, foi tomada após a tentativa de incêndio a um ônibus no Terminal da Campina, em São José de Ribamar, na noite dessa segunda-feira (22). Na ocasião, um grupo de, aproximadamente, 20 pessoas tentou atear fogo em ônibus. O ato de vandalismo foi impedido após um policial militar, que mora na região, avistar a ação suspeita de pessoas encapuzadas. Para evitar o crime, ele atirou e fez o bando dispersar-se.

De acordo com o presidente do sindicato, os criminosos colocaram gasolina, também, na cobradora.

“Enquanto eles estavam atacando só os ônibus, não havia tanto problema, pois é apenas um patrimônio material. Mas, à medida em que eles atentaram contra a vida de um trabalhador, aí a situação se complica. A categoria se sente insegura”, afirma Gilson.

O sindicalista alega, ainda, que a polícia já sabia que o atentado ia acontecer.

“Pouco antes da tentativa de incêndio, a polícia passou no terminal e disse ao fiscal que bandidos iam atacar. Mas, em vez de ficarem no local, os policiais foram embora”, afirmou.

PEGA NA MENTIRA >> Prefeitura de São Luís engana população com “edital suspeito”

92332ebc562833cd56de17ddd24afbba

92ec2958530af825ddba7dab7d525d48

1b84139f9874050b2e3d13e3a9e62316

foto

foto (2)

URGENTE: Carro de campanha do candidato a Deputado Estadual Juscelino Oliveira pega fogo “do nada”

http://www.maiconsousa.com/

Na manhã desta terça feira (23) os moradores da entrada da Vila Ildemar foram surpreendidos com um veiculo pegando fogo. Tratava-se do trio elétrico utilizando pela a campanha do candidato a deputado estadual e líder nas pesquisas, Juscelino Oliveira.

O veiculo era utilizado ao longo de suas campanhas para puxar as caminhadas. Rotineiramente passava por revisão e o incêndio começou pela a parte da frente, onde não fica localizado baterias, o que afasta a hipótese de um curto-circuito.

Curiosamente o veiculo pegou fogo misteriosamente após uma rodada de entrevistas concedidas por Juscelino Oliveira a membros da imprensa local. O carro estava estacionado próximo ao Banco do Brasil, na entrada do bairro.

A pericia deve ser chamada para apurar as reais causas do incêndio. Uma vez comprovado ter sido intencional, a polícia tem obrigação de apurar e o dever de revelar os supostos mandantes.

Veja imagens ao lado e logo abaixo.

WP_20140923_002

WP_20140923_001

WP_20140923_013

WP_20140923_016

WP_20140923_011

Paço do Lumiar integra Rede de Cooperação em Educação para o Século 21 do Instituto Ayrton Senna

Rede vai orientar alunos a lidar com sentimentos, relacionar-se com os outros e alcançar objetivos de vida

Secretária, Ana Paula Pires, com a equipe do Instituto Ayrton Senna

A Secretaria Municipal de Educação de Paço do Lumiar aderiu à rede de cooperação no campo das competências socioemocionais do Instituto Ayrton Senna. O objetivo é promover debates contínuos sobre como o tema pode ajudar a melhorar a qualidade da educação pública do País.

A secretária municipal de Educação de Paço do Lumiar, Ana Paula Pires, participou do lançamento da Rede de Cooperação em Educação para o Século 21, que aconteceu durante o workshop “Competências Socioemocionais em Políticas Públicas”, e reuniu secretários estaduais e municipais de Educação de todo o País, em São Paulo. Para ela, desenvolver os aspectos socioemocionais fazem a diferença no desempenho escolar. “É importante que o aluno saiba lidar com os sentimentos e saiba enfrentar as complexidades do século 21”, pontuou.

Essas competências incluem um conjunto de habilidades – como responsabilidade, colaboração e criatividade – para lidar com sentimentos, relacionar-se com os outros e alcançar objetivos de vida.

O princípio norteador da rede é propiciar um canal comum para que gestores, professores e pesquisadores compartilhem esforços e planejem ações para que as competências socioemocionais sejam desenvolvidas de maneira intencional e estruturada no País, tanto na forma de políticas públicas quanto na prática em sala de aula.

Para o diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves Ramos, o momento é propício para a formação da rede. “Por ser um tema relativamente novo, é preciso fomentar seu desenvolvimento. A rede poderá facilitar essa troca de conhecimentos e evidências sobre quais iniciativas terão maior impacto no aprendizado escolar”, avaliou.

Flávio Dino: “Sei que é possível fazer um governo humano”

lagodapedra67918

A 12 dias das eleições, o candidato a governador Flávio Dino reafirmou seu compromisso pela população do Estado. Foi durante grande comício ao lado dos candidatos ao Senado, Roberto Rocha, e vice Carlos Brandão em Lago da Pedra neste domingo (21). A comitiva também esteve em Paulo Ramos participando de carreata pelas ruas da cidade.

Para Flávio Dino, é fundamental a alternância de poder para melhorar os índices sociais maranhenses. “Conheço o Maranhão e sei que é possível fazer um governo humano. Nosso Estado precisa de um governador que conheça todas as regiões, mas, acima de tudo, que pise no chão, que não se ache melhor do que ninguém, que ande ao lado do povo e não ignore as dores da população”, disse sob aplausos.

Reunindo milhares de pessoas nas ruas durante o percurso da caminhada em Lago da Pedra e logo após durante comício, o candidato – que já foi deputado federal, juiz, integrou o governo da presidenta Dilma Rousseff e atualmente é professor – afirmou que a melhor preparação para administrar o Estado é andar e ouvir o povo, ter humildade para olhar nos olhos das pessoas.

“Nossa campanha é feita e carregada pelo povo no dia a dia. Faltam 14 dias e vão inventar mentiras, mas nós vamos seguir com coragem. Nosso compromisso é com os maranhenses”, reiterou Flávio ao destacar o programa Mais Bolsa Família, que concederá o 13° benefício aos usuários do Bolsa Família, a melhoria da infraestrutura das estradas, como as que ligam a região a Arame e Vitorino Freire, e ainda a saúde pública.

Compromisso com a mudança

Essa é a esperança do pedreiro Valdeniro Carvalho, 25 anos, de Paulo Ramos. Ele quer Flávio Dino governador para mudar o Maranhão. “Ele é o melhor e tem compromisso com a melhoria da infraestrutura dos municípios. Antes votava em Roseana, mas não dá mais”, afirmou.

A professora Claudiete Correia, 48 anos, da mesma cidade, pediu melhorias no sistema público de educação. “Tem que ser prioridade, escolas de qualidade, professores valorizados”, opinou. Ela é também voto novo para Flávio Dino. “Votava em Jackson Lago, nunca em Sarney. O Maranhão tá cansado, já sofreu demais”, comentou.

Testemunhando a campanha da alegria e da esperança, a agente de saúde Antônia Brito, 35 anos, avaliou como forte o movimento em Paulo Ramos. “A gente vê no rosto das pessoas que elas querem mudança”, avaliou. Ela também comemorou os resultados das últimas pesquisas de intenção de voto em que Flávio Dino aparece com média de 30 pontos à frente do segundo colocado. “Quando o povo quer, não tem quem tome”, disse.

As melhores propostas

Apoio também da dona de casa Maria Batista da Silva, 52 anos, de Lago da Pedra. Para ela, Flávio Dino é o melhor para o Maranhão. “Ele tem as propostas para desenvolver o Estado”, ressaltou. Entre as que chamaram atenção, a de reforçar os hospitais e a garantia de mais médicos. “Quando adoece, a gente tem que ir para Teresina, mas isso vai mudar”, disse.

Para mudar o Maranhão e garantir mais estradas, energia elétrica e escolas, o lavrador Antônio Miudo, de 42 anos, quer Flávio Dino governador. “Tenho certeza que ele vai fazer tudo isso. Em 2010, também estive aqui e continuo porque acredito que ele é o melhor”.

Integrando a chapa ao lado de Flávio, Carlos Brandão definiu que a candidatura representa a esperança dos maranhenses. Rebatendo boatos que têm sido espalhados nas cidades do Estado, Brandão disse que Flávio é o mais preparado para governar o Maranhão. “Ficam espalhando que ele vai fechar hospital, que não vai terminar as estradas. Mas o que Flávio vai colocar fim é na corrupção”.

Roberto Rocha lembrou a torcida do país pelo Maranhão. “O que nos une é a esperança de um Estado melhor”, definiu.

Acompanharam as atividades vereadores, presidentes de sindicatos e partidos, lideranças e os candidatos a deputado federal Domingos Dutra, Leonardo Sá, Simplício Araújo e Rubens Júnior e a estadual Fernanda Moraes.

Fonte: Coligação Todos pelo Maranhão – Flávio Dino 65

VALEU SÉRGIO FROTA >> Após publicação no Blog do Neto Cruz, Lisca coloca Tote na linha como titular

sem_titulo (1)

Após publicação neste humilde blog, parece que Sérgio Frota e o técnico Lisca (que a torcida do Sampaio vem apelidando de Lisca “doido”) usaram o bom senso e decidiram colocar o fenômeno Tote – lateral direito – na linha hoje, contra o Vasco da Gama, num super jogo que acontecerá no Castelão. O confronto está marcado para às 21h50.

Quer entender o assunto COMPLETO ? Clique AQUI

Wellington do Curso realiza campanha em Cantanhede e Pirapemas

image

image
Durante esse final de semana, o candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) visitou os municípios Cantanhede (169 km de São Luís) e Pirapemas (191 km). Esteve também em alguns povoados da região, entre eles, Santa Tereza e Vila do Mato, onde vivenciou pessoalmente a realidade que poucos conhecem. 

Wellington manteve uma aproximação com a população de Cantanhede durante toda a semana, através de uma equipe de colaboradores que realizou os trabalhos de divulgações em carros de som e panfletagem. Devido ao grande carinho que recebeu na cidade, Wellington adaptou sua agenda para dar mais atenção ao município.

Sandro Sousa, que é um dos multiplicadores da campanha de Wellington na região visitada, fez questão de reunir pessoas da comunidade, que atentamente o receberam e pararam para ouví-lo.

Sempre “com os pés no chão”, Wellington do Curso vem alertando aos eleitores maranhenses sobre a necessidade de se fazer um novo jeito de fazer política que combata a corrupção eleitoral. Na oportunidade, falou também sobre sua trajetória de vida e todos os desafios que teve que enfrentar no decorrer dos anos.

Em discurso, o candidato reafirmou que a comunidade precisa “acordar” e se envolver mais na Política, pois tudo passa por ela. 

“É através da política honesta que se concretizam os ideais sociais políticos. A responsabilidade não está só nas mãos de um prefeito ou de um governo, mas com cada um de nós e uma dessas ferramentas é o voto consciente. Precisamos acordar e votar em quem realmente tem compromisso com o povo do Maranhão e não com seus próprios interesses ou por acordos políticos. Não podemos deixar de ter esperança! Precisamos acreditar e nos empenhar, pois só através das atitudes é que se acontece a verdadeira mudança”, enfatizou Wellington do Curso.

E A GREVE DE ÔNIBUS EM SÃO LUÍS ?

http://luiscardoso.com.br/

Por conta dos diversos incêndios criminosos ocorridos desde o último sábado (20) na Região Metropolitana de São Luís, a circulação do transporte público na capital virou uma incógnita. Muitos acreditavam em paralisação. Porém, nesta segunda-feira (22), os ônibus estão circulando normalmente na cidade.

136915_ext_arquivo

Os usuários do transporte público temiam que os veículos fossem recolhidos às garagens das empresas, já que a categoria anunciou uma possível greve no último sábado diante de tanta violência. Foram 17 veículos totalmente destruídos em apenas dois dias na capital maranhense.

Na manhã de hoje representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão (STTREMA) estiveram reunidos para discutir sobre o assunto.

E em conversa com a produção do Blog do Luis Cardoso, o presidente Gilson Coimbra adiantou que os ônibus vão circular normalmente, mas adverte: “se houver um novo ataque, os rodoviários vão parar, e todos os veículos devem ser recolhidos”. Portanto São Luís pode ficar sem ônibus a qualquer momento.

Outro caso

Além dos incêndios criminosos registrados neste fim de semana outro atentado foi registrado. O Fórum do município de Raposa foi atacado por criminosos durante a madrugada. Três tiros foram disparados contra o local por bandidos que passaram numa motocicleta. Nenhum foi identificado até o momento.

No sábado (20), onze pessoas foram apresentadas na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), como suspeitas de participarem dos ataques. Ao todo dezesseis pessoas foram detidas, sendo cinco menores de idade.

Wellington do Curso participa de seminário sobre a educação



Nessa sexta-feira (19), o candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) participou de um Seminário realizado pelo Centro Ecumênico de Estudos Religiosos e Superiores do Estado do Maranhão (CEERSEMA).

16108_600551780053564_5959875206121480742_n

O evento abordou sobre a importância da interação família, educação e religião no desenvolvimento do ensino-aprendizagem das crianças e contou com a participação de vários coordenadores e professores.

Wellington recebeu o convite para participar do evento e também para fazer o uso da palavra. Na oportunidade, o candidato falou sobre a sua história de vida e superação enquanto educador, destacou a importância da família no processo de educação e apresentou também seus posicionamentos políticos e sociais.

“A família é o berço da formação de regras, princípios e valores. A escola e a igreja possuem também papéis importantes na formação moral cidadã. Não precisamos encontrar um culpado pelas situações das escolas, mas buscarmos todos juntos, enquanto educadores e detentores dos métodos e técnicas de ensino, soluções para os problemas que ainda permanecem”, destacou Wellington.

Ao finalizar, Wellington do Curso agradeceu ao convite e à oportunidade e falou sobre os desafios que teve que enfrentar e afirmou que é preciso acreditarmos em um jeito novo de fazer política, sempre defendendo a Educação, pois é ela que transforma a sociedade.
#Avante2014 #Faltam14DiasE7HorasParaVotar23123
#VoteConsciente
#UmJeitoNovoDeFazerPolitica
#Agoraé23123DeputadoEstadual